Aprenda a cortar corretamente as unhas dos pés de suas clientes e evite o encravamento.

Por Leticia Lopes

As unhas dos pés são as que mais sofrem, pois volta e meia encravam. As principais causas desse problema, de acordo com a manicure Camila Vaz, do salão Célio Faria Instituto, em Belo Horizonte, Minas Gerais, são o uso de calçados muito apertados – como aqueles de bico fino – e o corte irregular das unhas. Saber cortá-las corretamente é fundamental para evitar o encravamento, micoses, deformidades, e mau odor na região, causados por acúmulo de resíduo e umidade. “Portanto, é ideal cortar as unhas de maneira adequada e com um profissional qualificado. Para casos mais complicados é indicado o acompanhamento de uma podóloga ou até de uma dermatologista”, comentou a especialista.

DESPENSE A TESOURA

Segundo Camila, o alicate específico para corte é a melhor opção para ser usada nas unhas dos pés. “O alicate permite maior mobilidade do profissional, facilitando o corte”, comentou.

NUNCA CORTE AS LATERAIS!

O corte dos cantinhos das unhas pode ocasionar inflamações, como as temidas unhas encravadas. De acordo com a especialista, isso acontece porque a pele acaba ocupando a região e quando as unhas crescem, fazendo pressão nos dedos e gerando o encravamento. “Por isso, o ideal é sempre manter o corte reto e quadrado”, alertou.

TIRE O MENOS DE CUTÍCULA POSSÍVEL

De acordo com Camila, embora seja comum remover a cutícula das unhas das mãos, é importante mantê-las nos pés, pois a região costuma ficar abafada e é lavada poucas vezes ao dia. Esta pele fininha é a proteção da unha contra fungos e bactérias.

FINALIZE COM A LIXA

Após o corte é indicado lixar as unhas. “O lixamento dá acabamento e uniformidade às unhas dos pés e remove aqueles pontinhas que podem encravar”, comentou Camila.

Fonte: Segredos de salao